Conheça Goiânia

Com pouco mais de 80 anos, Goiânia já é uma das cidades de maior relevância do País, encontrando-se entre as 10 capitais mais desenvolvidas do Brasil. Os primeiros edifícios da cidade foram construídos ao estilo art déco, durante as décadas de 40 e 50, e integram o prestigiado acervo da arquitetura brasileira – cerca de 22 prédios e monumentos públicos, localizados no centro de Goiânia e no bairro de Campinas, foram incorporados ao patrimônio histórico e artístico nacional, em 18 de novembro de 2003. O vasto acervo cultural, histórico e arquitetônico da cidade faz com Goiânia tenha destaque no turismo – bem como a gastronomia diversificada, que não deixa a desejar.

As feiras compõem uma das principais atrações culturais que movimentam a cidade e acontecem em diversos bairros e dias da semana. A principal delas é a Feira Hippie, a maior feira a céu aberto do Brasil, realizada aos domingos há mais de 40 anos, com mais de seis mil expositores e produtos variados. Outra feira muito popular é a Feira da Lua, realizada no setor Oeste da cidade, aos sábados.

No que se refere a arte, destacam-se os museus. O Museu de Arte Contemporânea, conhecido como Centro Cultural Oscar Niemayer e localizado no setor sudoeste da cidade, tem 500 obras expostas e promove mostras locais e eventos. O Museu de Arte de Goiânia, considerado o primeiro museu público municipal de artes plásticas em toda a região centro-oeste, possui um acervo de mais de 700 obras de arte, além de promover exposições temporárias – está localizado no Bosque dos Buritis, no setor Oeste, que conta também com um orquidário. Já no âmbito histórico temos o Museu Pedro Ludovico Teixeira, localizado no setor central, outrora lar do criador da cidade, mas que foi transformado em museu no ano de 1987 e tombado como Patrimônio Histórico Estadual.

Goiânia possui diversos monumentos históricos que contam sua história espalhados pela cidade. Um dos seus principais cartões-postais, o Monumento das Três Raças, está localizado na Praça Cívica, no setor central. Ao projetar a escultura, a artista plástica Neusa Moraes buscou simbolizar a miscigenação das três raças: brancos, negros e índios. Há também o Monumento dos Três Marcos, um dos principais cartões postais de Goiânia.

Monumento dos Três Marcos

Os teatros de Goiânia revelam um pouco da cultura goianiense. O Teatro Goiânia, foi construído na década de 40 e é um dos prédios mais antigos da cidade. Há também o Centro Cultural Martim Cererê – localizado no setor central, próximo a Praça Cívica – onde realizam-se musicais, lançamentos de obras literárias, teatro e outros tipos de evento. O Teatro Rio Vermelho, com capacidade para mais de duas mil pessoas, está localizado dentro do Centro de Convenções de Goiânia. A cidade também conta com uma orquestra sinfônica, fundada em 1993, que reúne 62 músicos e um coro de 48 membros.

Teatro Goiânia

Goiânia possui uma quantidade considerável de parques. O Parque Flamboyant, dispõe de dois lagos, pista para caminhada, pista para ciclismo e parque infantil, além de sediar shows e apresentações culturais. O Lago das Rosas é considerado o mais antigo parque de Goiânia, e é onde está localizado o Jardim Zoológico de Goiânia – que abriga animais mamíferos, pássaros e répteis. Há também o Parque Vaca Brava, localizado em frente ao Goiânia Shopping, e o Parque Areião, que é considerado reserva ambiental no Plano Original da Cidade de Goiânia e conta com uma posta de Cooper de 2.400m totalmente iluminada, duas estações de ginástica, um campo de futebol, parque infantil e lago, além da fauna nativa composta por macacos, pássaros e outros animais de pequeno porte.

Lago, caminho, dois patos, área verde, prédios ao fundo.
Lago das Rosas
Bosque dos Buritis

Localizado na região Norte de Goiânia, o Passeio das Águas é o maior shopping center do Estado e da região Centro-Oeste do país, mas há também o Flamboyant Shopping Center, considerado o centro comercial mais antigo de Goiás. Outros shoppings populares para visitação são o Goiânia Shopping, o Shopping Cerrado e o Araguaia Shopping.

Com forte influência das cozinhas mineira e baiana, a culinária é essencialmente sertaneja, assim como no resto de Goiás. O pequi, fruta nativa do cerrado brasileiro, é muito utilizado no arroz, bem como a guariroba. Alguns dos principais pratos típicos de Goiânia são a pamonha, a galinhada e o empadão goiano.