Comitê Científico

Vânia Ulbricht

Doutora em Engenharia de Produção/UFSC; Mestre em Engenharia de Produção/UFSC; Graduada em Licenciatura Plena em Matemática/UFSC; Pesquisadora da Université Paris 1 (Panthéon-Sorbonne) e professora voluntária na Universidade Federal de Santa Catarina no Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento/EGC. Foi professor visitante da Universidade Federal do Paraná, atuando no Programa de Pós-Graduação em design; Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Tecnologia Educacional: ensino-aprendizagem, hipermídia, acessibilidade, design de hipermídia, representação gráfica e geometria descritiva. Foi bolsista em Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora/CNPq de 2009 a 2013. Coordenadora do projeto: Mídias, Tecnologias e Recursos de Linguagem para um ambiente de aprendizagem acessível aos surdos, aprovado pelo CNPq através da CHAMADA Nº 84/2013 MCTI- SECIS/CNPq – TECNOLOGIA ASSISTIVA / B – Núcleos Emergentes É bolsista do CNPq na modalidade DTI-A, para o período de 01/01/2014 a 31/12/2015. Líder do Grupo de Pesquisa: Núcleo de Acessibilidade Digital e Tecnologias Assistivas.

Alice Theresinha Cybis Pereira

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1982); doutorado em Arquitetura – University of Sheffield (1992) e Pós-Doutorado na De Monfort University na Leicester/UK (2013). Atualmente é Professora da Universidade Federal de Santa Catarina atuando nos cursos de graduação e pós-graduação em Design e Arquitetura. Suas áreas de atuação são Ambientes Virtuais de Aprendizagem, Objetos Hipermídia de Aprendizagem, CAAD e BIM, Design de Som em interfaces digitais e Educação à Distância.

Ana Lucia Zandomeneghi

Professora adjunta do Curso de Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia/BCT, da Universidade Federal do Maranhão/UFMA, Profa. Colaboradora no Programa de Pós-Graduação em Design/UFMA. Doutora em Mídia e Conhecimento (2005). Mestre em Ergonomia (1998), ambos na Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina e graduada em PSICOLOGIA (Licenciatura e Formação) pela Faculdade de Filosofia do Recife (1988). Trabalhou na Faculdade Barddal , ministrando disciplinas nos cursos de graduação de sistema de Informação, Ciências Contábeis e Design. Professora conteudista e Tutora na Unisul Virtual (Universidade do sul de Santa Catarina). No curso de Pós-graduação em Gestão de Negócios Internacionais. Como docente ministrei as disciplinas: Psicologia Organizacional, Psicologia do consumidor, Comportamento Organizacional, Sociologia Organizacional, Filosofia, Metodologia Científica, Relações Humanas, Criatividade e Sistemas Hipermídia. Linhas de pesquisa que atua: Ambientes Virtuais de aprendizagem, Inteligências Múltiplas, Hipermídia Adaptativa, Criatividade e acessibilidade para web, Reintegração e Responsabilidade social. Tenho experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia clínica na comunidade. Autora dos livros: Inteligências Múltiplas & Identificação de Perfil (2009); Criatividade & Conhecimento (org) (2010); Comportamento empresarial em Negócios Internacionais (2011); Inclusão Digital (2013), Bem como vários artigos em congressos nacionais e internacionais.

Ana Margarida Pisco Almeida

Professora Auxiliar na Universidade de Aveiro (UA), é licenciada em Novas Tecnologias de Comunicação e Doutorada em Ciências da Comunicação e Tecnologias (UA, Portugal). Leciona nos seguintes cursos de graduação, pós-graduação e doutoramento, oferecidos pelo Departamento de Comunicação e Arte da UA: Licenciatura em Novas Tecnologias de Comunicação, Mestrado em Comunicação Multimédia, Programa Doutoral em Informação e Comunicação em Plataformas Digitais e Programa Doutoral em Multimédia na Educação. Foi Vice-Diretora (2006-2010) e Diretora (2010-2013) da Lic. em Novas Tecnologias da Comunicação e é atualmente membro do Conselho Científico do Programa Doutoral em Multimédia em Educação. É atualmente membro do Conselho Executivo e Vice-Coordenadora do DigiMedia (Centro de Investigação em Média Digitais), coordenando a área “Knowledge Media in Connected Communities” e o grupo de Investigação “eHealth & Wellbeing”.Tem vindo a desenvolver atividades de investigação relacionadas com “comunicação e saúde”, “e-health”, “acessibilidade e inclusão digital”, “Produção Multimédia para Públicos Específicos” e “Metodologias de projeto multimédia”. Foi orientadora de 16 doutoramentos e 30 mestrados concluídos.Em 2016 fez um estudo de pós-doutoramento na Faculdade de Medicina (Departamento de Neurociências Clínicas e Saúde Mental) da Universidade do Porto, tendo investigado o potencial da utilização dos meios digitais na promoção da comunicação médico-paciente na área dos sintomas depressivos.É revisora ​​de vários periódicos e eventos científicos, participando ativamente nas suas Comissões Científicas e Organizadoras. Autora/co-autora de mais de 100 publicações científicas, tem vindo a estar envolvida em projetos nacionais e internacionais que exploram o potencial dos meios digitais nos processos de comunicação, inclusão e promoção da saúde e bem estar.

Berenice Santos Gonçalves

Possui Doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2004), mestrado em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1997) e graduação em Artes Visuais – Bacharelado e Licenciatura pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1990). Atualmente exerce a função de professor adjunto na Universidade Federal de Santa Catarina onde ministra disciplinas nas áreas de Teoria da Cor e Ergonomia e usabilidade para o curso de Graduação em Design. Atua no Programa de Pós-Graduação em Design e Expressão Gráfica [Mestrado] e no Doutorado em Design. Desenvolve pesquisas nas linhas de Hipermídia e mídia a partir dos seguintes eixos: Hipermídia para Aprendizagem; Interfaces e interação e Design Editorial no contexto das tecnologias digitais. É membro do grupo de pesquisa do CNPq & Ambientes Hipermídia para apoio ao processo ensino aprendizagem&quot.

Carla Galvão Spinillo

Doutora (PhD, University of Reading GB, 2000 e pós-doutorado na University of Avans, Holanda, 2010), docente e pesquisadora na Universidade Federal do Paraná (UFPR). Foi coordenadora do PPGDesign por duas vezes, e membro do Conselho Universitário (2009-2010). É Bolsista Produtividade do CNPq para condução de pesquisa em design da informação, linguagem gráfica e alfabetismo visual. Seu principal interesse em pesquisa é na área de saúde com foco em instruções visuais impressas e animadas, tendo publicado nesses temas no Brasil, Alemanha, Inglaterra, EUA, Argentina e no México. Além de sua atuação acadêmica, foi co-editora da Revista Brasileira de Design da Informação – InfoDesign (2003-2013). Atualmente é editora geral do IDJ-Information Design Journal (John Benjamins Publishers, Holanda), editora associada do Books of Selected Readings of the IVLA – International Visual Literacy Association (EUA) conferences e membro do corpo editorial do JVL- Journal of Visual Literacy (EUA). Foi co-fundadora da SBDI- Sociedade Brasileira de Design da Informação (2002), sendo duas vezes presidente da mesma, e membro do corpo de diretores do IVLA e do Publication Committee (2008 2010), sendo associada a estas instituições.

Cassia Cordeiro Furtado

Doutora em Informação e Comunicação em Plataformas Digitais, pela Universidade de Aveiro e Universidade do Porto, em Portugal (2013). Mestre em Ciências da Informação pela Universidade de Brasília. Especialização em Usuário, na Universidade Federal de Paraíba. Graduação em Biblioteconomia e em Comunicação Social pela Universidade Federal do Maranhão. Professora Adjunto IV da Universidade Federal do Maranhão, Departamento de Biblioteconomia e Programa de Pós-Graduação em Design, linha de pesquisa: Design e Produtos Multimídia. Atua nas áreas: web 2.0, redes sociais, plataformas digitais, biblioteca 2.0, biblioteca digital, leitura e livros digitais, design da informação, ergonomia informacional, design de serviços, produção e gestão da informação, nativos digitais, biblioteca escolar, literatura infantil, metodologia da pesquisa, pesquisa científica e educação básica.

Cláudio Aleixo

Doutor em Arte e Cultura Visual pela Faculdade de Artes Visuais – UFG. Mestre em Cultura Visual pela mesma Instituição de Ensino Superior / UFG. Especialista em Docência Universitária pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás – PUC – Goiás. Graduado em Comunicação Social – Habilitação em Publicidade e Propaganda pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás / PUC Goiás. Graduado em Artes Visuais com Habilitação em Design Gráfico pela UFG. Atualmente é professor do curso de Design Gráfico da Faculdade de Artes Visuais (FAV) da Universidade Federal de Goiás (UFG). Possui experiência na área de artes e comunicação, com ênfase em História da Arte, Semiótica e Teoria da Imagem, Direção de Arte, Animação 2D e Artes Gráficas, atuando nas seguintes áreas: Design Gráfico, Webdesign, Planejamento de Comunicação Digital, Webpublicidade, elaboração de projeto gráfico-editorial, diagramação, Ilustração, Programação Visual, identidade visual corporativa, animação tradicional 2D e interativa para meios digitais.

Cleomar Rocha

Doutor em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia, mestre em Arte e Tecnologia da Imagem pela Universidade de Brasília, graduado em Letras pela Faculdade de Educação Ciências e Letras de Iporá. Atualmente é Professor Associado da Universidade Federal de Goiás, onde coordena o Media Lab / UFG, o Observatório de Economia Criativa de Goiás e do Núcleo de Tecnologias Assistivas da UFG. É pesquisador visitante na UFRJ, onde supervisiona pesquisas de pós-doutorado e na Universidade de Caldas, na Colômbia, com orientação de doutorado. Tem projetos financiados pela FINEP, MDIC, MCTI, CAPES, CNPq, MinC e FAPEG. É coordenador executivo do Arranjo Produtivo Local em Audiovisual e Games de Goiânia. Tem experiência nas áreas de Artes, Comunicação e Design, atuando principalmente nos seguintes temas: Arte Tecnológica, Design de Interfaces e Mídias Interativas.

Fábio José Parreira

Professor Associado, em Dedicação Exclusiva, no curso de Sistema de Informação (presencial) e Licenciatura em Computação (a distância) da Universidade Federal de Santa Maria. Possui Graduação em Ciência da Computação pela UNITRI (1999). Mestrado em Processamento Digital de Imagens pela Universidade Federal de Uberlândia (2002). Doutorado em Inteligência Artificial e Informática de Sinais Biomédico pela Universidade Federal de Uberlândia (2006). Pós-doutorando (2019) no Laboratório de Mídias e Inclusão Social (LAMID) pela UFSC. Atua na área de Ciência da Computação com enfoque em pesquisas interdisciplinares em Inteligência Computacional, Informática aplicada à saúde e Tecnologia Educacional. Desenvolve pesquisa em Acessibilidade Digital, Jogo Educacional Digital e Reconhecimento de Padrões.

Flávia Veloso Costa Souza

Graduação em Tecnologia em Processamento de Dados pelo Centro de ensino superior do Pará (1995), mestrado em Educação pela Universidade Federal de Pernambuco (2004) e doutorado em Ciências da Computação pela Universidade Federal de Pernambuco (2012). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal da Paraíba. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação a Distância, atuando principalmente nos seguintes temas: Redes sociais na educação, autorregulação de aprendizagem, educação a distância, comunicação mediada por computador, teoria da atividade.

Flávio Gomes de Oliveira

Doutor em Arte e Cultura Visual pela Universidade Federal de Goiás, Mestre em Cultura Visual pelo programa de Pós-Graduação da Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás, cursou especialização em Arte Contemporânea e possui graduação em Artes Visuais com Habilitação em Design Gráfico pela UFG. Foi coordenador de produção Audiovisual no CIAR (Centro Integrado de Aprendizagem em Rede da UFG), foi professor da Faculdade Araguaia entre 2003 e 2016 e também foi professor efetivo do Curso de Design da PUC Goiás entre 2004 e 2016 onde atuou como Coordenador geral do Curso entre os anos de 2011 e 2014. Atualmente é professor efetivo com dedicação exclusiva do Instituto Federal de Goiás, campus Cidade de Goiás onde coordenou o curso de Licenciatura em Artes Visuais entre os anos de 2016 e 2018. Vencedor do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro na modalidade Melhor Curta Metragem de Animação em 2017 com o filme Vida de Boneco. Tem experiência na área de Desenho Industrial, com ênfase em Design Gráfico, atuando principalmente nos seguintes temas: Design, animação, stop-motion, cinema, web e ilustração.

Gilson Braviano

É Licenciado em Matemática e Mestre em Engenharia de Produção, na área de Pesquisa Operacional, pela Universidade Federal de Santa Catarina e Doutor em Matemática Aplicada pela Université Joseph Fourier (Grenoble-França). É professor do Departamento de Expressão Gráfica da UFSC, atuando no Mestrado e Doutorado em Design. Integrou, por cinco anos, a Pró-Reitoria de Cultura e Extensão. Suas áreas de interesse envolvem os Métodos de Representação, os Ambientes Virtuais de Aprendizagem e a Estatística. É tutor do grupo PET Conexões de Saberes da UFSC, preside a ABEG – Associação Brasileira de Expressão Gráfica e integra, no INEP/MEC, o Banco de Avaliadores das Instituições de Ensino Superior Brasileiras.

João Vianney

Doutor em Ciências Humanas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); Mestre em Sociologia Política (UFSC); Especialista em Psicologia da Comunicação pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Graduado em Psicologia e Jornalista profissional. Implantou e coordenou o Laboratório de Ensino a Distância da UFSC (LED-UFSC), de 1995 a 2000; Implantou e dirigiu o campus Unisul Virtual, de 2001 a 2009; Exerceu a Direção de Educação a Distância do IESB, em 2010; Membro de comissões verificadoras e assessoras de educação a distância da Secretaria de Ensino Superior do MEC (SESU), e do Conselho Estadual de Educação de Santa Catarina, de 1999 a 2009; Coordenador para a região do Brasil da Rede Interamericana de Formação em Educação a Distância e Telemática (RIFET), da Organização Universitária Interamericana (OUI), de 2003 a 2008; Membro do Conselho de Ética da Associação Brasileira de Educação a Distância – ABED. Diretor do Blog do Enem, desde 2013 e atual.  Membro do corpo de consultores da Hoper Educação, de 2011 e atual.

Lídia De Jesus Oliveira Loureiro Da Silva

Graduada Filosofia pela Universidade de Coimbra (1990), Mestre em Tecnologia Educativa pela Universidade de Aveiro, em parceria com as Universidades de Valenciennes/França e Mons/Bélgica (1995) e doutora em Ciências e Tecnologias da Comunicação pela Universidade de Aveiro (2002) onde é professora com agregação, no Departamento de Comunicação e Arte. Investigadora e Coordenadora Científica do Polo de Aveiro do CETAC.MEDIA Centro de Estudos das Tecnologias e Ciências da Comunicação. Realizou o seu Pós-Doutoramento no CES – Centro de Estudos Sociais – Laboratório Associado da Universidade de Coimbra (2009) e defendeu as suas Provas de Agregação na Universidade de Aveiro (2010). Dedica-se a investigar as implicações das tecnologias da informação e da comunicação em rede nas rotinas cognitivas e sociais dos indivíduos, dos grupos e das organizações, estando a sua investigação situada nos estudos de Cibercultura. Leciona na graduação em Novas Tecnologias da Comunicação, no mestrado em Comunicação Multimídia, no Mestrado em Promoção da Leitora e Bibliotecas Escolares (do qual é Vice-Diretora) e no Doutorado em Informação e Comunicação em Plataformas Digitais e, ainda, no Doutorado em Multimídia e Educação

Luciane Maria Fadel

Possui graduação em Comunicação Visual pela Universidade Federal do Paraná (1987), graduação em Engenharia da Computação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (1994), graduação em Licenciatura em 2º Grau pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (1992), mestrado em Ciências da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001) e doutorado em Typography & Graphic Communication – University of Reading (2007). Atualmente é professora adjunto do Departamento de Expressão Gráfica da Universidade Federal de Santa Catarina. Co-lidera o Grupo de Pesquisa Núcleo de Acessibilidade Digital e Tecnologias Assistivas e participa do Grupo de Estudo de Ambiente Hipermídia voltado ao processo de Ensino-Aprendizagem e do Grupo Laboratório de Orientação da Gênese Organizacional – LOGO da UFSC. Tem experiência na área de Design Experiencial com ênfase em Interação Humano Computador, atuando principalmente nos seguintes temas: design de interação, interface, user experience e animação.

Márcio Alves da Rocha

Ph.D em Design, MediaArts e Tecnologia pela Universidade de Plymouth, Inglaterra. Mestre em Gestão do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural pelo Instituto Goiano de Pré História e Antropologia da PUC GO e Graduado em Artes Visuais, Design Gráfico pela UFG. Pesquisador do Transtechnology (Universidade de Plymouth). Tem experiência ampla em todas áreas do Design, com ênfase em Interação Humano Computador, Design de Interação e de interface, Mídias Interativas, Ciências  cognitivas, Filosofia da Inteligência Artificial e Cibernética.

Marcio Vieira de Souza

Possui graduação em Comunicação Social (Habilitação: Jornalismo), pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1985), especialização em Educação, mestrado em Sociologia Política (1995) e doutorado (2002) em Engenharia de Produção, ambos pela Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de comunicação, sociologia, EaD e mídias digitais, atuando principalmente nos seguintes temas: comunicação e educação, sociologia, redes sociais, vídeo e democracia, mídias digitais, desenvolvimento sustentável e novas tecnologias da informação e da comunicação e cidadania, metodologia de pesquisa. Foi chefe de departamento do Curso de jornalismo da UNIVALI-SC e professor no Mestrado do Programa de Pós-graduação em Gestão em Políticas Públicas da UNIVALI-SC. É professor adjunto da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), onde é um dos líderes do Grupo de Pesquisa de Mídia e Conhecimento da UFSC (CNPq). Atua no Departamento de Engenharia e Gestão do Conhecimento (EGC-UFSC), e como professor permanente no Programa de Pós-graduação em Tecnologia da Informação e Comunicação PPGTIC-UFSC e professor no Programa de Pós-graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento.

María Noel Míguez Passada

Posdoctora en Prácticas y Representaciones Políticas (Universidad París 7, Francia), Doctora en Ciencias Sociales (UBA, Argentina), Magister en Servicio Social (UFRJ, Brasil), Licenciada en Trabajo Social (UdelaR, Uruguay). Docente/Investigadora del Departamento de Trabajo Social, Facultad de Ciencias Sociales, Universidad de la República. Coordinadora del Grupo de Estudios sobre Discapacidad (GEDIS) de la Facultad de Ciencias Sociales, UdelaR. Autora de diversas publicaciones a nivel nacional e internacional. Nivel I del Sistema Nacional de Investigadores.

Mariano Castro Neto

Licenciatura em pedagogia pela Universidade Tuiuti do Paraná (1996). Mestrado em Ergonomia (2000) e Doutorado (2006) em Mídia e Conhecimento, ambos pela Universidade Federal de Santa Catarina. A tese conquistou dois prêmios; um pelo MEC/CNPQ/CAPES/SEED/PAPED, e o de EXCELÊNCIA em EaD da ABED/2007 obtendo, entre 93 trabalhos inscritos, o 1º lugar na categoria Pesquisa. Coordenador do Curso de Licenciatura em Ciência da Computação. Coordenador do Curso de Especialização em Educação na Cultura Digital – MEC/SEB e do Programa Aluno Integrado. Áreas de interesse: processos de ensino-aprendizagem realizados em ambientes virtuais de apoio à aprendizagem, hipermídia adaptativa, acessibilidade digital, agentes pedagógicos e teoria da atividade. Professor Adjunto II lotado no Centro de Ciências Aplicadas e Educação – Departamento de Ciências Exatas da Universidade Federal da Paraíba – Campus IV – Rio Tinto / PB / Brasil.

Marília Matos Gonçalves

Possui graduação em Licenciatura em Educação Artística (Desenho) pela Universidade do Estado de Santa Catarina (1995), graduação em Bacharel em Design – habilitação em Design Gráfico pela Universidade Federal de Santa Catarina (2005), mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (1999) e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2005). Atualmente é professor adjunto iii da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Artes, atuando principalmente nos seguintes temas: hipermídia, design, design gráfico, acessibilidade e moda. Atua nos Grupos de Pesquisa: Núcleo de Acessibilidade Digital e Tecnologias Assistivas e LOGO – Laboratório de Orientação da Gênese Organizacional.

Rafael Dubiela

Atuou por 11 anos na área de ensino e administração acadêmica dentro do Grupo Positivo, tendo assumido diversos cargos de liderança, tais como Head de Projetos do ITS da Universidade Positivo, como coordenador a Produtora de Soluções Digitais da Universidade Positivo, como coordenador de vários cursos de graduação e pós-graduação e, também, como professor assistente do curso de Design da Universidade Positivo. Atualmente, é professor assistente 20 horas da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Tenho experiência na área de design e grande experiência na área de Jogos Digitais, com graduação em Desenho Industrial pela Universidade Federal do Paraná (1998-2003), mestre (2006-2008) da primeira turma do Mestrado em Desgin da UFPR e Doutor (2013-2017) da primeira turma do Doutorado em Design da UFPR. Trabalha com Jogos Digitais desde 1998, com projetos no mercado nacional e internacional.

Ravi Passos

Doutor em Design pela Universidade de Aveiro – UA, mestre em Design pela Universidade Anhembi Morumbi – UAM, especialista em Arte, Educação e Tecnologias Contemporâneas pela Universidade de Brasília – UnB e bacharel em Desenho Industrial, com habilitação em Programação Visual, pela UnB. É Professor no curso de Design Gráfico da Universidade Federal de Goiás – UFG e pesquisador associado ao Media Lab / UFG. Tem experiência na área de Design, com ênfase em Design da Informação, atuando principalmente nos seguintes temas: interface interativa, projeto gráfico, identidade visual e metodologia de projeto.

Regiane Trevisan Pupo

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela PUCCAMP – Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1986), mestrado em Engenharia de Produção pela UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina (2002), doutorado pelo Programa de Pós Graduação da FEC – Faculdade de Engenharia, Arquitetura e Urbanismo da UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas (2009) e pós doutorado na FEC/UNICAMP (2011) desenvolvendo pesquisa em prototipagem rápida, digitalização 3D e fabricação digital para arquitetura. Em 2007 participou da implementação do laboratório de Arquitectura Computacional (ISTAR) no IST – Instituto Superior Técnico de Lisboa, Portugal, atuando com Prototipagem Rápida para arquitetura. É professora da Universidade Federal de Santa Catarina, atuando principalmente nos seguintes temas: CAD, computational design, prototipagem rápida e fabricação digital para design e arquitetura.

Ronnie Fagundes De Brito

Bacharel em Sistemas de Informação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2004), mestre em Engenharia e Gestão do Conhecimento pela Universidade Federal de Santa Catarina (2007) e doutor em Engenharia e Gestão do Conhecimento pela Universidade Federal de Santa Catarina (2012). Tem experiência na área de Engenharia de Produção, com ênfase em Mídia e Conhecimento na Educação e Acessibilidade. Atualmente é tecnologista do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, atuando na promoção de ferramentas para o acesso aberto e gestão da informação científica.

Rosane de Fátima Antunes Obregon

Doutora em Engenharia e Gestão do Conhecimento/UFSC, Mestre em Engenharia e Gestão do Conhecimento/UFSC, Especialista em Magistério Superior/UniCEUMA, Pedagoga, Profa. Adjunta do Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia/BCT/UFMA, Coordenadora do Laboratório Interdisciplinar de Tecnologias para Educação/LITE, Profa. Permanente do Programa de Pós-Graduação em Design/PPGDg/UFMA. Coordenadora do projeto: Gamificação: Estratégias inovadoras para processos de aprendizagem, aprovado pela Fundação de Amparo a Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão/FAPEMA; Líder do Grupo de Pesquisa Diretório CNPq: Pesquisa Interdisciplinar de Tecnologias para Educação; consultora ad hoc da FAPEMA e do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Brasília/IFB.

Rui Rodrigues 

Professor do Instituto Miguel Torga de Educação Superior e da Escola de Artes e Design de Mídia. Ele é PhD em Informação e Comunicação em Plataformas Digitais. Atualmente, ele é membro do grupo de pesquisa “Digital Media and Interaction research” (DigiMedia). Um entusiasta do rastreamento ocular, suas atividades de pesquisa e desenvolvimento abrangem muitos aspectos da IHC, estudos de televisão, estudos de avaliação e usabilidade, com interesse particular em entender como as pessoas percebem, interagem e usam informações digitais.

Tarcísio Vanzin

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (1983), graduação em Engenharia Op. Mecânica pela Universidade de Caxias do Sul (1974), mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina, e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2005). Atualmente é professor voluntário da Universidade Federal de Santa Catarina e ministra disciplinas e orienta alunos de mestrado e doutorado no Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da UFSC (onde é professor colaborador) e no programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da UFSC (onde é professor permanente. Tem experiência profissional nas áreas de Projetos industriais, Avaliações, Projetos de Arquitetura e Construção Civil. Como docente atua nas disciplinas: Métodos de Representação, Geometria, Produção Hipermídia, Criatividade e Inovação, Teoria Geral de Sistemas, Sistemas Multimídia e Infografias, Cibercidades, Cibersociedade, Erros Humanos e História e Teoria da Mídia. Coordena o Projeto de Pesquisa WebGD Acessível, amparado pelos recursos do programa Capes AUX-PE-Proesp e outros projetos correlatos que tratam da inclusão de pessoas cegas e surdas por meio de Tecnologias Assistivas.  

Wagner Bandeira

Doutor em Arte e Cultura Visual pela UFG, mestre em Design pela PUC.RJ e graduado em Desenho Industrial pela Esdi.UERJ. Atualmente é professor adjunto na Universidade Federal de Goiás. Coordena a equipe de produção multimídia no Centro Integrado de Aprendizagem em Rede (CIAR.UFG), integra a equipe de pesquisadores do Laboratório de Inovação, Pesquisa e Desenvolvimento de Mídias Interativas (Media Lab. UFG) onde coordena a pós-graduação em Inovação em Mídias Interativas (InMídias). Tem experiência na área de Desenho Industrial, com ênfase em Programação Visual, atuando principalmente nos seguintes temas: design de interface, design de experiência do usuário, design editorial, design acessível, tipografia, design para EaD, identidade visual e semiótica.